Segurança

Segurança e Saúde no Trabalho

A renovação de via ferroviária é um processo de conservação sistemática no qual se efetua a substituição dos materiais da superestrutura da via e da catenária, em fim de ciclo de vida ou decorrentes da necessidade de otimização do desempenho das vias-férreas. Esta atividade é realizada geralmente em períodos de suspensão da circulação ferroviária. 

Desde sempre, a SOMAFEL dedica especial atenção aos riscos profissionais, definindo princípios de gestão e de decisão que possibilitam a conjugação entre a prevenção, disposições legais e normativas impostas pelos gestores das infraestruturas, execução das obras e a respetiva perspetiva económica.  

Cultura de Segurança 

Com base nestes pressupostos, a SOMAFEL incorpora uma verdadeira cultura de segurança, visível no comportamento dos colaboradores, e de todos os que trabalham em seu nome, nos métodos construtivos, nos equipamentos e ferramentas modernos, na proteção coletiva e individual eficaz e nos bons resultados em termos de sinistralidade e doenças profissionais.  

Certificação 

Na sequência das práticas de segurança intrínsecas à organização, a SOMAFEL possui, desde 2006, a certificação do Sistema de Gestão da Segurança e Saúde do Trabalho, de acordo com o referencial OHSAS 18001/NP 4397. 

Em complemento, e na sequência do processo de qualificação de fornecedores exigido no Reino Unido pelos Gestores de Infraestrutura Network Rail e TfL – Transport for London para contratualização direta, a SOMAFEL garantiu igualmente a certificação do seu sistema RISQS, que incorpora o sistema de segurança e saúde no trabalho, de acordo com o esquema de qualificação em vigor. 

A construção é um processo distinto da renovação por duas razões: ocorre sobre uma plataforma para assentamento de via nova e montagem de instalações fixas de tração elétrica, não existindo operações de levantamento de materiais velhos e, por outro lado, não interferindo com a circulação ferroviária.